Mourinho, o Chelsea do futuro e Petr Cech

Em entrevista à cadeia de televisão norte-americana ESPN, José Mourinho disse ter ficado "supercontente" quando o Chelsea foi campeão europeu em 2012 e faz uma previsão bastante positiva em relação ao atual plantel.

"A equipe que deixei no clube foi para uma década. E a atual também é para dez anos, pode lutar na Europa durante esse período. Se o Chelsea voltar a ganhar a Liga dos Campeões comigo, espetáculo. Se for depois de eu ir embora, ótimo na mesma. Se me perguntarem sobre a Champions, penso que o Chelsea é o melhor exemplo. Ficou em 5.º na Premier em 2012 e ganhou a competição. Isto é a Champions", afirmou.






Mourinho no comando do Chelsea:
1ª passagem
185 jogos -> 124 vitórias

2ª passagem
111 jogos -> 71 vitórias 

O primeiro jogo da temporada 2015/16 na Inglaterra terá Petr Cech como um dos grandes protagonistas. O goleiro trocou o Chelsea pelo Arsenal e defenderá a antiga equipe na Supercopa, domingo, e o antigo treinador, José Mourinho, fez questão de relativizar o acontecimento... à sua maneira.

E isso significa dizer que Mourinho tratou de deixar uma mensagem subliminar. O técnico português do Chelsea lembrou das oitavas de final da Liga dos Campeões de 2009/10, quando a sua Inter de Milão eliminou os Blues a caminho do título, que conquistaria no Estádio Santiago Bernabéu, contra o Bayern Munique:

"Para mim não há qualquer problema em enfrentar o Cech. Já o fiz, na Inter de Milão contra o Chelsea", disparou Mourinho esta sexta-feira, em conferência de imprensa, recusando que o Arsenal esteja agora mais bem servido no gol: "Penso que eles tiveram sempre bons goleiros. E agora têm mais um."

Postar um comentário

0 Comentários