Início com derrota

Falcão Garcia lamenta chance desperdiçada pelo Chelsea.
Tarde de sol em Londres prestigiou um jogo não muito bonito e com final feliz para os torcedores do Arsenal. Um primeiro tempo muito mais estudado e brigado do que jogado, teve os primeiros cinco minutos favoráveis ao Arsenal, mas logo depois o Chelsea se encontrou no jogo. E justamente quando os Blues estavam melhor no jogo, Walcott encontrou um passe para Chamberlain fazer o primeiro e único gol da partida.

Remy e Falcão Garcia não tiveram uma tarde muito boa, cada um jogou um tempo e nenhum dos dois levou perigo a meta de Cech. Ramires fez um bom primeiro tempo, mas logo foi substituído por Oscar no princípio do segundo tempo. 

Em geral, as estrelas do Chelsea tiveram uma noite apagada, Hazard e Fàbregas ficaram devendo. William começou bem a partida, mas a boa atuação não durou muito.

Wenger enfim quebrou um tabu de 13 jogos sem vencer José Mourinho. Esse jogo mostrou o quanto falta para o Chelsea ter uma equipe sólida. Chamberlain foi eleito o melhor em campo pelo gol decisivo que fez. E o principal jogador da partida, Petr Cech, que foi aplaudido pela torcida do Chelsea, fez um bom jogo, se mostrando seguro, não teve muito trabalho, mas fez uma boa defesa numa cobrança de falta do Oscar.

Arsenal defendia o título da Community Shield, e conquistou seu 6º troféu desta competição.

Ficha técnica:
Local do Jogo: Wembley (Londres, Inglaterra).
Data: 02/08/2015
Placar: Chelsea 0 x 1 Arsenal
Gols: Chamberlain 24’
Chelsea: Courtois; Ivanovic, Cahill, Terry (Moses) e Azpilicueta (Zouma); Matic, Fàbregas, Willian, Ramires (Oscar) e Hazard; Rémy (Falcão).
Arsenal:Cech; Bellerin, Mertesacker, Koscielny e Monreal; Coquelin, Cazorla, Ramsey, Ozil (Gibbs) e Chamberlain (Arteta); Walcott (Giroud)

Mourinho perde invencibilidade de 13 jogos contra Wenger.
A Pré-Temporada do Chelsea ainda não acabou, o próximo amistoso será contra a Fiorentina. Dia 5/8, no Stamford Bridge, às 16h (Brasília). Acompanhe em tempo real no nosso twitter.

Postar um comentário

0 Comentários