Chelsea sofre, mas vence de virada no fim

Ivanovic deu a vitória ao Chelsea aos 88'.
Pela rodada 27 do Campeonato Inglês, o Chelsea viajou até Southampton para encarar o time da cidade. Os comandados de Ronald Koeman estão muito bem na liga, sonhando até mesmo com uma competição europeia. Já os Blues, após a chegada de Guus não sentem o gosto amargo da derrota há dez jogos. 

A partida foi muito disputada e também, onde os azuis de Londres saíram com uma vitória por 2 a 1 após começarem perdendo. Vamos ver como foi.Hiddink surpreendeu na escalação. Nós torcedores do Chelsea sabemos que quando o jogo é fora de casa, à equipe vem acampo com dois volantes no mínimo. Entretanto desta vez, a base foi mantida da qual enfrentou o PSG. Por outro lado os Saints tinham uma novidade em seu ataque, Charlie Austin começava jogando e fazendo dupla com Long, enquanto Mané e Pellè ficavam no banco a espera de serem usados.

Logo aos sete minutos, Pedro que vinha apresentando bom futebol acabou sentindo uma lesão em sua perna esquerda e foi substituído rapidamente pelo brasileiro Oscar. Uma pena, já que o espanhol estava em uma sequencia fantástica e apresentando seu bom futebol. Após isso, o jogo ficou balanceado, os dois times atacavam sem sucesso. Próximo ao termino do primeiro tento, Baba jogou contra seu próprio time ao entregar a bola nos pés de Shane Long, o atacante apenas colocou na frente e teve a categoria de tirar do goleiro belga. O time de vermelho e branco ia para o vestiário com a vantagem em mãos, num momento que o Chelsea havia crescido, mas levou o baque.
Fàbregas comemora seu gol "sem querer".
Quando começou a segunda etapa, podemos perceber uma mudança nos blues. Kenedy veio a campo no lugar do próprio Baba, Guus deve explicar essa alteração no decorrer da semana, porém, ali víamos um Chelsea que iria buscar o gol e também a virada. Os mandantes iriam completar 10 horas sem tomar gol, de fato, sua defesa era muito boa. Quando não tinham a posse da bola faziam uma linha de cinco defensores e outra de três, deixando apenas os dois atacantes isolados. Toda essa marcação e tanto homens espalhados pelo campo, dificultou a penetração e os passes dos blues, entretanto, de tanto persistir os comandados de Guus Hiddink conseguiram. 

Diego foi lançado na linha de fundo, brigou com o zagueiro e deixou a bola com Fàbregas, o maestro do meio campo tentou um cruzamento para Hazard que nem chegou à bola, enganando então o goleiro Forster e indo parar no fundo das redes. Nisso, a peleja virou ataque contra a defesa, o Southampton até tentava chegar ao gol de Courtois, sempre com bolas enfiadas e em velocidade. O técnico Koeman colocou em campo a dupla que temporada passada aterrorizava os seus adversários; Pellè e Sadio Mané.
Chelsea vence e segue invicto na PL com Guus Hiddink.
De nada adiantou, o Chelsea ignorou a presença de ambos e martelava em busca da virada. Eis que surge um dos jogadores mais questionados na atual temporada, Branislav Ivanovic. Aos 88’ minutos, Willian cobrou o escanteio com perfeição, encontrando o sérvio que subiu sem nenhuma dificuldade e testou para baixo, Forster chegou a encostar na bola, porém não foi o suficiente, a virada havia acontecido e o Chelsea se manteve invicto no campeonato inglês após a chegada de Guus Hiddink.

Com esta vitória, os blues ficam a sete pontos da Europa League, faltam alguns jogos para acabar a BPL porém, nada é impossível no mundo do futebol. O Chelsea volta a campo nesta terça feira (01/03), para enfrentar o Norwich.


Postar um comentário

0 Comentários