Hazard desencanta e Chelsea elimina o City da FA Cup

Chelsea enfrentará o Everton nas quartas.
Neste domingo (21), os blues de Londres receberam em seu território o Manchester City, partida válida pela FA Cup.
Pellegrini optou por mandar a campo um time muito mesclado, contendo até mesmo inúmeros jovens. De experiente, jogaram apenas Caballero, Demichelis, Zabaleta, Fernando e o capitão Kolarov. Por outro lado, Guus escalou o mesmo Chelsea que saiu derrotado da peleja contra o Paris Saint Germain. O dono da casa se saiu bem, vencendo por 5 a 1.

Resumo da partida
Em poucos minutos de jogo, os visitantes deixaram bem claro qual era o seu propósito: duas linhas de quatro para deter o Chelsea e dar a bola para os dois jovens atacantes tentarem algo. Tanto que foram eles quem chegaram por primeiro com o menino Faupala, arriscando um chute que parou em Courtois. 

O time de Willian e cia., só resolveu marcar a partir dos 38 minutos de jogo. Em bela troca de passes entre Fàbregas e Hazard, o belga chegou à linha de fundo e cruzou para Diego Costa marcar o que seria seu décimo terceiro gol na temporada. Porém, o que mais vem acontecendo com a defesa dos blues, ocorreu logo após o primeiro gol. Iheanacho recebeu um belo passe de Fernando, o nigeriano cruzou e Faupaulla contou com uma ajuda de Azpilicueta para empatar. Novamente um gol surgindo nas costas de Ivanovic que hoje, atuou como zagueiro. 
______________________________________

LEIA MAIS:
______________________________________

Após o City descontar, só deu Chelsea. Os donos da casa voltaram para o segundo tempo com outra pegada, observaram que não precisavam de muito para ganhar este jogo, eis que o homem dá noite entra em ação. Logo nos 47 minutos da segunda etapa, Hazard coloca Willian cara a cara com Caballero após um contra ataque mortal, e o brasileiro teve só o trabalho de tirar do experiente arqueiro. O rei do drible dava sua segunda assistência no jogo, e tinha mais por vir.
Pato não foi relacionado, mas foi apresentado à torcida.
Chelsea atacava sem nenhum medo, tanto que num bate rebate após o escanteio, Cahill pega firme na bola e estufa as redes no minuto 52. Era incrível observar como Hazard jogava fácil, tanto que foi recompensado. O próprio belga sofreu uma falta próximo à meia lua, Willian deixou o mesmo bater. E sem dúvida alguma, o número 10 colocou a bola nas redes com as mãos numa cobrança de falta perfeita.

Desde o gol de falta, o City fez poucas jogadas de efeito. Traoré acabou por entrar no lugar de Diego Costa – este que vinha de 90 minutos contra o PSG –. Assim que recebeu a bola, sofreu um pênalti. Penalidade que Oscar fez questão de perder batendo muito mal. Entretanto, os blues não pararam, no minuto 89 Traoré desviou de cabeça o cruzamento de Oscar, e a bola enganou Caballero indo morrer nos fundos da rede. Era o seu 3 gol pelo Chelsea nos últimos 3 jogos que atuou.

Consideramos que esta partida era mais do que a obrigação do Chelsea ganhar. Pellegrini fez questão de avisar a todos que iria escalar o time deste jeito, não tinha desculpas para que a equipe de Guus não vencesse. Destaco a boa atuação de Baba, Mikel, Pedro e Hazard. O nigeriano mostrou como realmente se joga um volante, o lateral se manteve seguro pelo lado esquerdo, o espanhol fez uma boa atuação com suas jogadas em velocidade e o belga, voltou a marcar e dar assistências, com certeza o homem da partida.
Willian e Hazard comemoram 1 dos 5 gols da partida.
O Chelsea volta a campo dia 27/02 contra o Southampton fora de casa e valido pela Barclays Premier League. Já o City tem um confronto difícil contra o Dínamo pela Champions League.

Os blues enfrentarão o Everton, pelas quartas de final da FA Cup.


Postar um comentário

0 Comentários