Chelsea cai nas oitavas da Champions League

Hazard sumido no jogo.

Precisando de apenas um a zero para se classificar o Chelsea de Diego Costa e cia, recebeu o fortíssimo PSG em sua casa para o jogo de volta da Champions League. Infelizmente os blues não tiveram uma atuação digna e viram o sucesso de Zlatan Ibrahimovic e todo time francês reinar mais uma vez em Stamford Bridge. A derrota diante do adversário – 4 a 2 no agregado – só deixou ainda mais evidente o fiasco que está sendo o Chelsea nesta temporada.

Tivemos dez minutos iniciais de muita velocidade para ambos os lados. Os blues haviam enfrentado o oponente em sua casa e mesmo assim, pareciam não apresentar uma melhora. Guus armou o meio campo com Pedro, Willian, Hazard, Fàbregas e Mikel, mostrando uma marcação muito frouxa tendo apenas o nigeriano como homem de marcação. O PSG não tinha nada a ver com isso, aproveitou da fragilidade de seu adversário e jogou pelos lados do campo. A todo momento Azpilicueta, Kenedy e os zagueiros eram golpeados com bolas nas costas, quando não era o Lucas, quem fazia o baile era Di Maria.

Diego Costa foi o melhor do Chelsea na partida.
Rapidamente os franceses chegaram ao gol com uma jogada pela ponta direita. E o mais incrível é que quem cruzou a bola para Rabiot completar, foi Ibrahimovic. Por outro lado, após serem vazados, os blues acordaram no jogo, destaque para Diego Costa que carregava demais a bola e sempre chegava com perigo a meta de Trapp. Tanto que em uma jogada com Willian, o hispano brasileiro tratou de vencer Thiago Silva no lance e fazer um belo gol tirando do arqueiro. A primeira etapa se encerrava e o Chelsea estava melhor no jogo, dando uma esperança de classificação.

Já na volta para os quarenta e cinco minutos finais, os comandados de Guus Hiddink sofreram o mesmo apagam da partida passada contra o Stoke pela Premier League. Os azuis de londres não conseguiam segurar a bola no ataque, sempre deciam em velocidade porém, sem efetividade alguma. A peleja seguiu, até a estrela sueca brilhar mais 
uma vez.

O que vem acontecendo muito nessa temporada, ocorreu novamente. A bola nas costas de Azpilicueta permitiu que o cruzamento rasteiro da ponta esquerda chegasse até os pés de Zlatan Ibrahimovic, decidindo e fechando a tampa do caixão azulado. No decorrer do jogo, Diego Costa e Hazard sairam lesionados, ambos demonstravam um incomodo em 
suas coxas.

O que podemos tirar dessa participação do Chelsea na UCL? De bom é óbvio que nada. O PSG jogou com vontade e de maneira correta. Não deixou de atacar, de marcar e de muito menos pressionar os donos da casa. Para os blues que provavelmente irão ficar de fora da competição na temporada que vem, tem muito o que ser feito e melhorado. O elenco é o principal fator para que o time volte a ser competitivo, forte e que tenha um pouco de raça. Tem muitos jogadores que não merecem vestir a camisa e que também não apresentam um bom futebol. A questão é, quem vai querer jogar por um clube que não irá disputar uma competição européia?

Chelsea permanece vivo na Copa da Inglaterra onde irá enfrentar o Everton neste sábado (12). A caminhada para seguir subindo na tabela da Premier League continua, entretanto, o caminho vai ficando ainda mais complicado.