Antonio Conte é apresentado


Nesta quinta-feira (14), o Chelsea apresentou seu novo treinador. Antonio Conte concedeu entrevista coletiva, reforçando ser um trabalhador e vendo este como o único caminho para vencer. 

Conte: "Boa tarde a todos. É um grande prazer estar aqui. Estou muito feliz. Estou muito empolgado por esse momento e por começar uma nova temporada no Chelsea. Um novo capítulo na vida, na carreira, para mim. Estou muito feliz de começar um novo trabalho em um novo país, uma liga fantástica, a mais difícil do mundo."

"Seis ou sete times podem vencer a liga. O Chelsea é uma grande equipe e estou orgulhoso de ser o seu técnico. Hoje foi o segundo dia de trabalho em Cobham. Um trabalho fantástico. Nesses dois dias pude reconhecer a atitude dos jogadores. Eles têm o espírito para honrar a camisa, de competir pela melhor posição, de lutar para ganhar o título."
Conte chegando em Stamford Bridge, nesta manhã (14).

Sobre Terry, Conte elogiou: "John Terry é o capitão do time. Um grande jogador, de muita personalidade e carisma. Ele conhece tudo do clube. Quando um jogador merece jogar, comigo ele joga. John renovou em maio. Tomamos todas as decisões junto com o clube, e estou muito feliz que John tenha continuado conosco."

"A pressão não é importante para mim. Nasci sob pressão. É o normal quando você é atleta ou técnico em um grande clube. Esta liga é muito difícil. Estar num campeonato em que seis ou sete equipes podem conquistar o título me deixa animado. A última temporada foi ruim. Sabemos disso, mas temos que focar no presente e trabalhar duro todos os dias para conquistarmos algo. Temos que lutar pelo título, nós pertencemos à Champions League e devemos estar nela. Começamos por diferentes aspectos. Todo técnico tem sua própria ideia de futebol e eu quero passar as minhas aos jogadores."

"É importante ter jogadores prontos para disputar, jogar bom futebol e transferir nossa paixão pelo jogo para a torcida. Quando estava na seleção italiana, gostava de dizer que o técnico é um alfaiate, costurando a melhor roupa para o time."

Sobre sua formação preferida (3-5-2), Conte priorizou o espírito da equipe: "Três ou quatro homens na defesa... não é isso que importa. O importante é o time ter o espírito certo e uma boa organização."
Conte promete muito trabalho em Londres.

Conte cita seu trabalho da Juventus, que também vinha de temporada difícil: "Não sei dizer se é o desafio mais difícil da minha carreira. Juventus vinha de duas campanhas ruins (7º no Italiano) seguidas e ganhamos a liga no primeiro ano, no segundo, terceiro... Na seleção você também sente pressão de toda a mídia e todo o país. É a hora certa de chegar à Inglaterra, neste torneio. Gosto disso, do desafio, de provar [pra mim mesmo]. Tenho certeza de que podemos conquistar uma grande satisfação ao final da temporada."

Conte se diz trabalhar e só vê esse caminho para obter conquistas: "Sou um trabalhador, só conheço esse caminho para vencer. E achei a atitude e o comportamento certos em Cobham. Estou feliz por isso."

Conte, sobre Michy Batshuayi: "Um jovem muito forte e de boa técnica. Usa bem as duas pernas, tem um enorme talento. Estou bem satisfeito."

Conte: "Tenho uma enorme paixão por futebol, pelo meu time e pelo meu trabalho. Sofro muito durante o jogo. Quero que meus jogadores e fãs vejam isso. Que trabalhamos duro pelas nossas metas. Se você quer vencer, precisa jogar bem, mostrar bom futebol, mas também estar bem condicionado fisicamente. Se você corre mais que os outros, você tem mais chances de vencer."
Conte comandando seu primeiro treinamento em Cobham, ontem (13).
Conte sobre sua decisão: "Decidi deixar a seleção após a classificação para a Euro. Eu queria voltar a estar perto do jogo... diariamente. Tive a grande oportunidade de conversar com o Chelsea, um grande clube, e estou muito feliz que encontramos um fantástico acordo. Nesta liga há muitos jogadores de enorme talento. Além disso, grandes técnicos. E isso é importante para a liga. Um bom técnico deve melhorar seus jogadores e também melhorar o clube."

Conte sobre possíveis contratações: "Não é certo falar em nomes, são jogadores em outros clubes, e não gostaria que falassem sobre os meus. Espero que possamos conquistar algo grande e disputar o título da liga, mas sei que é mais difícil que em outros países"

"Sinto-me responsável por representar a Itália, nosso jeito e nossa cultura também. Ainda entrarei em contato com Claudio Ranieri. Ele é um grande sujeito, e pedirei a ele alguns conselhos"

Conte encerrou dizendo: "Estou emocionado. Hoje é minha primeira coletiva. A sensação é incrível. Estou muito orgulhoso, trabalhei duro para chegar aqui. Espero surpreender as pessoas, acender aquela pequena chama que pode vir a se transformar num incêndio infernal."

O Chelsea estreia na pré-temporada no próximo sábado (16), contra o Rapid Viena. 

KTBFFH