Com dois tempos distintos, Chelsea bate o Hull


   Finalmente o Chelsea voltou a encontrar o caminho da vitória na Premier League. O adversário foi o Hull City que estava bastante desfalcado, mas contava com o apoio de sua torcida. A partida foi marcada por uma diferença enorme entre o primeiro e o segundo tempo. Conte trouxe uma nova formação para a equipe, que já foi discutida aqui no blog, e acabou dando certo.
   O primeiro tempo foi sonolento das duas partes. Não houve uma finalização certa do Chelsea. Destaque positivo nos blues para Kanté e Moses, que correram o campo todo e se entregaram em cada lance. Moses acabou ganhando a chance de entrar como titular nessa nova formação que Conte apresentou.

LEIA MAIS:
Calendário de jogos - Outubro
Chelsea irá contratar em janeiro

   O segundo tempo começou com pressão total do Chelsea, em cinco minutos já tinha acertado mais finalizações do que no primeiro tempo inteiro. Willian que ficou apagado na primeira etapa voltou para o segundo tempo com outro ânimo, e acabou abrindo o placar aos 61'. Todo o time voltou do vestiário com uma pegada diferente. Aos 67' Matic fez uma jogada individual, mas foi bloqueado na hora de finalizar e Diego Costa marcou o gol no rebote, dando números finais a partida.
   Diego Costa chegou ao seu 5º gol na Premier League, e vem mostrando confiança. Conte mostrou nessa partida a força que tem no vestiário ao motivar a sua equipe para o segundo tempo. 
   
Escalações
Hull City: Marshall; Davies, Robertson e Levirmore; Henriksen, Meyler, Mason e Clucas; Snodgrass, Mbokani e Diomandé.
Chelsea: Courtois; Azpilicueta, Cahill e David Luiz; Moses, Matic, Kanté e Alonso; Willian, Diego Costa e Hazard.

Cartões
Hull City: Robertson e Levirmore (amarelo)
Chelsea: Matic e Moses (amarelo)

Gols da partida
Willian 61' e Diego Costa 67'

O Chelsea volta à campo dia 15 de outubro, contra o Leicester.