O zagueiro moderno


No futebol moderno, o bloco avançado (quando a última linha, a de defesa, se posiciona na divisória do meio campo e os jogadores mais avançados pressionam, de maneira incessante, o portador da bola, afim de recuperar a posse de bola próximo ao último terço e evitar entrar em fase defensiva) é muito utilizado, no entanto expõe a equipe a lançamentos e passes em profundidade, o que pode ser fatal se a qualidade de passe do armador for boa. Cada vez mais exige-se que, assim como o goleiro, os defensores possuam boa qualidade no passe. Com um bom passe é possível furar as linhas de defesa e, consequentemente, tornar o adversário vulnerável. Com a evolução do futebol, os armadores das equipes passaram a ser recuados (Pirlo é um grande exemplo), mas, atualmente, os zagueiros desempenham essa função. Bonucci, Boateng, Hummels e David Luiz são os principais armadores de suas equipes respectivas equipes.
David Luiz avança em busca de passes longos.
David Luiz, outrora contestado por atuações pífias e por expor sua defesa, mesmo sendo eleito o melhor zagueiro do mundo, em 2014 pela FIFA, tornou-se um pilar no trio de zaga dos blues, por ter a característica que nenhum outro zagueiro, no elenco da equipe londrina, possui. O lançamento, o passe curto e a ótima saída de jogo. Antonio Conte tentou investir em Bonucci, com quem trabalhou na seleção italiana, mas conseguiu trazer e encaixar com perfeição o brasileiro, que cumpre a risca sua função, a de armar jogadas, a de ser o verdadeiro camisa dez da equipe. Texto de: José Enrique