Legends - Gianfranco Zola


Gianfranco Zola, um dos maiores ídolos da história do Chelsea, fez 274 jogos com a camisa dos blues, chegando a marca de 69 gols e 15 assistências.

1996/1997 – Era uma vez... a chegada de quem mudou o Chelsea
Em novembro de 1996, após conquistar o título da UEFA Champions League em 1995, Zola acertou a sua transferência para o Chelsea pelo valor de £4,5M. Um dos principais motivos do qual fez o jogador deixar o Parma ITA foi a chegada de Hernán Crespo e Carlo Ancelotti. Teve uma temporada um tanto quanto conturbada, contra a vontade da torcida, o jovem Crespo ganhou a titularidade do time, fazendo com que Zola fosse para o banco. Com muitos times de olho no segundo-atacante, Franco decidiu deixar o time, rumo a cidade de Londres.

Zola foi titular da Itália na Eurocopa do mesmo ano, fazendo uma péssima campanha junto ao resto do time, a Itália foi eliminada na primeira fase da competição. Foi o último grande campeonato que Franco iria disputar por sua seleção, após saber que não iria fazer parte do elenco da Copa de 1998, Zola anunciou sua aposentadoria da seleção Italiana aos 30 anos.

Na mesma temporada ajudou o Chelsea a conquistar a FA Cup de 1996, quebrando um jejum do clube de 26 anos sem conquistar um título importante. No final da temporada ganhou o premio de Melhor Jogador da Inglaterra, sendo o primeiro jogador a conquistar o premio sem jogar um temporada inteira, e o primeiro da história do Chelsea.

Números da temporada: 24 jogos | 8 gols | 2 assistências | 0 cartões amarelos | 0 cartões vermelhos

1997/1998 – De um simples Italiano, à Rei de Londres
Já em sua segunda temporada atuando pelos blues, Gianfranco já tinha conquistado a torcida por completo. Fazendo lindo gols e dando dribles que deixavam os Ingleses de cabelo em pé, Zola ajudou ao Chelsea a conquistar mais 3 títulos nessa temporada: UEFA Winners’ Cup, The League Cup e a Super Cup. Uma lesão na coxa impediu ele de começar a final contra o Stuttgart (ALE) , porém acabara a se tornar o grande herói da partida.

Franco entrou em campo aos 25 minutos do segundo tempo e só precisou de 30 segundos para deixar sua marca e conquistar o título para os blues. Após grande passe de Wise, Zola só precisou empurrar a bola para o fundo das redes, salvando o Chelsea na final da UEFA Cup Winners’ Cup.

Números da temporada: 36 jogos | 12 gols | 2 assistências | 2 cartões amarelos | 0 cartões vermelhos.
Zola colocou seu nome na história do Chelsea.
1998/1999 – Nada de extravagância
Na temporada de 1998/1999 o Chelsea tinha se tornado um dos fortes concorrentes ao título da Premier League, após ter conseguido arrancar 1 ponto do líder Manchester United em Old Trafford com gol de Zola aos 90 minutos. Aquele jogo deu uma animada na equipe, porém acabara em 3º lugar, 4 pontos atrás do mesmo rival que no final conquistara o título da Premier League. Entretanto, para não passar a temporada em branco, o Chelsea conquistou o título da UEFA Super Cup em cima do Real Madrid na vitória por 1-0, com direito a assistência de Franco.

Números da temporada: 45 jogos | 13 gols | 1 assistência | 1 cartão amarelo | 0 cartões vermelhos.

1999/2000 – The Little Magician
Fazendo com que o Chelsea fizesse a sua primeira aparição na UEFA Champions League, Gianfranco Zola foi a peça mais importante ao decorrer da competição, Com Gianluca Vialli no comando dos blues, a rotação de jogadores era muito esquisita, coisa que só fazia sentido na cabeça do próprio treinador. Zola marcou 3 gols durante a UEFA Champions League, 3 gols importantes, porém teve suas chances limitadas na Premier League por conta das rotações de Vialli.

Franco marcou 1 gol na vitória por 3 a 1 sobre o Barcelona . Parecia que tínhamos tudo para avançar para a semi-final, entretanto, tivemos um descuidado e perdemos por 5 a 1 no Camp Nou já nas prorrogações.

Conquistamos a FA Cup após uma vitória sobre o Aston Villa por 1 a 0.

Números da temporada: 48 jogos | 7 gols | 1 assistência | 2 cartões amarelos | 0 cartões vermelhos.

2000/2001 – Mais títulos conquistados, fazendo com que o Chelsea se firmasse na Inglaterra
Com a chegada de Hasselbaink e Guðjohnsen, Zola teve uma baixa em seu futebol, começando a perder o seu espaço no time, porém, com a demissão de Vialli após ganhar apenas 1 dos 5 jogos no começo da temporada, Claudio Ranieri assumiu o cargo de treinador do Chelsea.

Franco teve sua titularidade de volta, jogando no esquema tático 4-3-3 de Ranieri, não deu uma assistência se quer em toda a temporada, mas não parava de se movimentar em campo, o que agradava o treinador italiano. O manager de certa forma evoluiu o futebol de Zola, fazendo com que distribuísse mais as bolas aos seus companheiros de time e ousasse mais em seus dribles, fazendo com que eles fossem suas armas secretas.

O Chelsea conquistou o título da Community Shield, em uma vitória de 2 a 0 sobre o Manchester United.

Números da temporada: 39 jogos | 9 gols | 0 assistências | 1 cartão amarelo | 0 cartões vermelhos.

2001/2002 – Clube em crise financeira, mas Franco ainda fazia os torcedores sorrirem
Um ano horrível para os torcedores do Chelsea, com rumores de uma suposta crise financeira, a temporada de 2001/2002 não foi uma das mais felizes para os torcedores. Porém, olhando pelo lado bom, tivemos um certo progresso: o Chelsea que sofria muito em competições de mata-mata nos últimos anos, teve um certo upgrade.

Chegamos à semi-final da Capital One Cup e à final da FA Cup, porém perdemos pelo placar de 2 a 0 para o nosso rival, Arsenal.

Números da temporada: 40 jogos | 4 gols | 2 assistências | 1 cartão amarelo | 0 cartões vermelhos.

2002/2003 – A melhor temporada, e a última...
Claudio Ranieri não pode fazer nenhuma contratação por causa da dificuldade financeira que o clube estava passando, portanto, teve que se virar com o que tinha de melhor.
Ao decorrer da Copa do Mundo 2002, Zola não queria férias, então, por vontade própria comparecia para treinar seja sozinho ou com a companhia do empregado que cuidava do gramado. Passou a Copa do Mundo inteira evoluindo suas habilidades.

Na volta, fez sua melhor temporada atuando pelos blues. O torcedor tinha o sorriso estampado no rosto ao ver o italiano entrando em campo, incentivando os seus companheiros a todo momento. No fim da temporada, Zola se transferiu para o Cagliari (ITA), onde iria disputar a segunda divisão do Campeonato Italiano. Em 2005, encerrara sua carreira no mesmo time.

Números da temporada: 42 jogos | 16 gols | 7 assistências | 1 cartão amarelo | 0 cartões vermelhos.
Zola, uma lenda.
É um maiores privilégios de um torcedor do Chelsea ter visto Zola jogar. Nos momentos conturbados do clube, fez com o torcedor esquecessem os problemas e sorrissem com seus dribles. Zola levou o Chelsea FC a outro patamar, fez com que o time se firmasse na elite do futebol europeu.

Thanks for everything, Little Magician.