O Chelsea de 2016/17 supera o de 2014/15

Após 18 dias sem escrever aqui, é hora de voltar. É hora de esquecer as outras coisas que nos cercam e focar exclusivamente em falar sobre o Chelsea. Sobre o nosso Chelsea, aquele que encanta e que está há 9 jogos de levantar mais um caneco inglês.

Watford, Manchester City, Bournemouth, Manchester United, Southampton, Everton, Middlesbrough, West Bromwich e Sunderland. Esses serão os últimos 9 adversários do Chelsea na Premier League desta temporada. Matematicamente, vencendo 5 ou 6 jogos, consagra-se campeão. Por experiência e um pouco de chutômetro, 50% de aproveitamento até o final nos dá o título. 

Por sinal, a palavra aproveitamento é algo a ser estudado e analisado de perto, tratando de Chelsea de Antonio Conte. Vamos lá. 
Chelsea tem aproveitamento superior com Conte, do que teve com Mourinho durante o último título inglês.
O Chelsea tem 29 jogos até o presente momento (1/4), contabilizando 22 vitórias, 3 empates e 4 derrotas: 79,3% de aproveitamento. Concedeu apenas 21 gols (melhor defesa), tendo uma média de gol sofrido por partida de 0,79. Atacando, 60 gols e uma média de 2,06 gols marcados por game. Com o segundo melhor ataque, os blues precisam de aproximadamente 3,5 finalizações para acertar o gol e 2,4 para balançar as redes. 
Vamos fazer um exercício e comparar a temporada 2016/17 com a 2014/15, quando fomos campeões com José Mourinho.
Os comandados pelo Special One na ocasião tiveram 26 vitórias, 3 derrotas e 9 empates durante todo o campeonato. Sofreu uma média de gols de 0,84 por partida e marcou 74, o que resultaria em 1,9 por jogo. Ambos números inferiores ao já alcançados por Antonio Conte em 2016/17. No aproveitamento nas finalizações, o Chelsea de Mourinho precisava de 2,6 finalizações para acertar o gol e 2,8 para marcar. 
Mourinho foi campeão inglês com o Chelsea na temporada 14/15.
E o que isso significa? Significa que o atual Chelsea tem aproveitamento superior ao do último Chelsea campeão inglês. Significa também que, estamos muito próximos de mais um título inglês. Por outro lado, uma coisa tem que ser considerada: isso é Premier League, logo, não há absolutamente nada decidido. Tem muito campeonato pela frente e se tudo der certo, daqui há alguns meses estaremos comemorando mais um troféu, dando início à uma nova Era. 

Todas as palavras ditas neste texto é de total responsabilidade do autor, condiz à sua opinião e ao seu conhecimento.