Não se enganem


A crise não acabou após os últimos dois resultados positivos. Isso é fato. As vitórias por 3 e 4 a 0, contra West Brom e Hull City, pela Premier League e Copa da Inglaterra, respectivamente, não apagam o momento de crise entre técnico, jogadores e direção vivido em Stamford Bridge. O Chelsea segue mal das pernas e daqui alguns dias tem nada mais, nada menos, que o Barcelona pela frente. O que esperar de um jogo desse, num cenário desse?

Antonio Conte já não vibrava como antes, buscava alfinetar a direção em praticamente toda entrevista coletiva que concedia e o Chelsea estava parecendo um bando de caras de azul correndo atrás da bola, com apenas Kanté e Hazard sabendo o que realmente fazer. Ao menos antes dos últimos dois jogos, isso claramente estava acontecendo. Algo dentro do Chelsea aconteceu para essa mudança brutal de comportamento dias antes do primeiro jogo das oitavas da Champions League contra Lionel Messi e companhia. 
Hazard comandou a equipe na boa vitória sobre o lanterna West Brom.
Foram duas boas vitórias pra retomar a moral e recuperar alguns jogadores. Mas lembrem-se: vitórias contra o laterna da Premier League e um time que tá quase caindo pra terceira divisão inglesa. Não se enganem, porque terça-feira tem Barcelona e ali sim nossa real fase aparecerá.

Espero que o momento da última semana siga pelo menos até os jogos de ida e volta do campeonato continental, até porque se os tempos de crise extrema voltarem, seremos humilhados em cenário europeu. Ninguém pode cogitar isso.

Postar um comentário

0 Comentários