Clube tem a 3ª pior média de gols por jogo deste século na Premier League

Por Gustavo de Araújo
Após a saída de Diego Costa, muito foi falado sobre quem seria o substituto do excelente centroavante hispano-brasileiro, que deixou o Chelsea após algumas brigas e discussões com o atual treinador Antonio Conte. Durante a última janela de verão europeia, Alvaro Morata foi contratado a peso de ouro por Roman Abramovich para ser esse cara.
Morata não correspondeu a sua saída já é especulada. (FOTO: L'Equipe)
Todos sabíamos que o espanhol era uma incógnita. Eterno reserva no Real Madrid, alguns poucos bons momentos na Juventus e nunca foi uma figura garantida na seleção espanhola. Chegou por mais de R$280 milhões e não correspondeu. Morata tem apenas 14 gols em 41 jogos pelo Chelsea, sendo 11 na Premier League. 

Nesta janela de inverno, Chelsea negociou Batshuayi com o Borussia Dortmund e trouxe Giroud, jogado para escanteio pelo Arsenal após as chegadas de Lacazette e Aubameyang. Pois bem, mesmo para mim, Giroud ser mais útil que Morata, o francês tem apenas 1 gol com a camisa dos blues desde que chegou.
Giroud flertou com a titularidade, mas já perdeu espaço. (FOTO: Goal)
O Chelsea de 2017/2018 tem a terceira pior média de gols por jogo do clube na Premier League neste século. A ver os números:
  • Temporada 2015/16: 1.55 gols por jogo
  • Temporada 2006/2007: 1.68 gols por jogo
  • Temporada 2017/18: 1.69 gols por jogo
Os artilheiros do clube nesta edição da Premier League são Hazard e Morata, ambos com 11 gols. Para efeito de comparação, o artilheiro da competição é Salah, ex-Chelsea e atualmente no Liverpool, com incríveis 29 gols. 

O reflexo do mau desempenho ofensivo se dá primeiramente pela queda de rendimento de todo o time, pela insatisfação do treinador Antonio Conte com a diretoria, insatisfação dos jogadores com o treinador e a baixa qualidade dos 2 centroavantes contratados para o lugar de Diego Costa.

A temporada atual parece que já acabou em Stamford Bridge. No atual cenário, todos estão esperando de fato o término da última partida, para pegar férias ou disputar Copa do Mundo no caso de muitos, e a partir daí, pensar para 2018/19. Se a diretoria tiver o mínimo de noção, Antonio Conte não fará parte deste planejamento. 

*Fonte dos dados: Premier League

Postar um comentário

0 Comentários