Nunca subestime


Por Gustavo de Araújo

Hazard, De Bruyne, Mertens, Lukaku, Courtois, Alderweireld, Vertonghen, Witsel e até o próprio Nainggolan que foi injustamente não convocado. Desde quando, em que hipótese, em qual sonho, esse time não é forte e não bate de frente com a nossa seleção brasileira? Com chances absurdas de sair vitorioso, inclusive?

Tem um pessoal que gosta de subestimar time forte, que tem um potencial absurdo e que até, segundo alguns, é melhor que o seu. É inacreditável esse desespero para secar os belgas, pelo simples fato de desacreditar quem conhece e avisa que essa seleção é perigosíssima. Uma eventual derrota hoje, uma eliminação precoce, não tornaria esse time e esses jogadores piores do que já avaliados anteriormente. 

Falta sim experiência a nível de seleção e de jogos decisivos, mata-mata e finais. É um plantel que vem se moldando desde 2012, com potencial de surpresa na Copa do Brasil em 2014 e que, em 2018, tem uma enorme possibilidade de ser campeã mundial. Para mim, o ano decisivo pra Hazard e companhia demonstrar algo dentro dessa equipe é na próxima Eurocopa, em 2020. Mas isso não tira a responsabilidade de mostrar serviço hoje, na Rússia. Ou melhor, sexta-feira (6), contra o Brasil. 

Por puro palpite, não vejo a seleção brasileira passando pelos belgas - mesmo que sonhe com o hexa. Isso não faz de mim um secador e tampouco um alienado no assunto caso não aconteça. O assunto principal desse texto é alertar, aconselhar você, que subestimou os belgas hoje no 2 a 0 para o Japão. Esses jogadores estão acostumados a jogarem grandes campeonatos, decisões e até levar nas costas grandes times dentro da Europa. 

Deus queira que passemos pela Bélgica na próxima sexta-feira, mas se não acontecer, não será nenhum vexame e será de fácil entendimento. Não tenho uma bola de cristal para saber quem irá vencer, portanto meus comentários são exclusivamente baseados em uma opinião própria com o que conheço de cada jogador.

De resto, vamos Brasil!

Postar um comentário

0 Comentários