A maldita data FIFA

Foto: AFP

Escrevendo um esboço deste texto, eu ia falar em como a data Fifa poderia ser importante para o Chelsea. Em como poderia ser uma "bendita data Fifa" em nossa caminhada para encontrar um time ideal. Nada disso. Tive que mudar o percurso porque mais uma vez o Chelsea perdeu vários jogadores lesionados. Nesse meio tempo de data Fifa, o Chelsea por um lado vai conseguir recuperar Rudiger, Loftus-Cheek e Emerson Palmieri. Mas por outro lado perde Reece James, N'Golo Kante, Andreas Christensen e Mateo Kovacic. Acredita-se que sejam lesões que não levem muito tempo para recuperar, porém, atrapalha o desenvolvimento do time e a busca de Frank Lampard por uma formação ideal continua. Voltando a ideia do texto, com os retornos de Emerson (que vinha muito bem antes da lesão), Loftus-Cheek (um dos mais importantes na conquista da Europa League) e Rudiger, poderemos ter um time muito mais encorpado que vimos até agora. Com a volta de todos esses jogadores lesionados durante a data Fifa, podemos ter um esboço de time muito interessante, tanto no 4-3-3 como no 4-2-3-1, formações táticas prediletas de Frank Lampard. Confira abaixo:

Chelsea jogando no 4-3-3


Fonte: Tactical Pad

Com uma trinca de volantes/meias que possuem boa marcação e saída para o ataque, o Chelsea pode se tornar um time muito mais imprevisível. Jorginho armando o meio campo, Loftus apoiando ao ataque e Kante sendo o homem mais combativo do meio campo (pode apoiar ao ataque sendo homem surpresa), o Chelsea fica com um time muito versátil e criativo. O melhor dessa tática é poder abusar da mudança de esquema tático durante o jogo. Um trunfo que Lampard deve estar pensando seriamente. 

Chelsea jogando no 4-2-3-1

Fonte: Tactical Pad

Nesta formação, o time fica um pouco mais engessado que o 4-3-3, mas da mesma forma continua um time criativo, com força ofensiva e muito sólido. A diferença que Loftus-Cheek ficará mais solto e não vai alternar posições com frequência no meio campo.

A data Fifa, mais uma vez, vai atrasar um pouco os planos de Frank Lampard. Mas ao que tudo indica o nosso técnico não sofrerá com as ausências por muito tempo e logo menos poderemos ver o time ideal em campo. Não deve fugir muito desses desenhos táticos acima expostos e o melhor disso tudo é: teremos banco para rotacionar o elenco quando necessário. O importante é recuperar todo mundo e encontrar a melhor maneira de fazer este time jogar mais ainda. 









Postar um comentário

0 Comentários