O Chelsea demonstra força ao assinar com Sam Kerr

Kerr assinou até a metade de 2022. (Foto: Chelsea FC)

Nesta quarta-feira (13), o time feminino do Chelsea anunciou a contratação da centroavante australiana Sam Kerr por dois anos e meio. A camisa 20 jogará pelos blues a partir de janeiro, quando a janela de transferências estará aberta.

A contratação de Kerr é muito impactante para o Chelsea, para a liga, para o futebol inglês e para a própria jogadora. "A WLS (Campeonato Inglês) é a melhor liga da Europa", afirmou em sua primeira entrevista ao site oficial do clube. "Eu quero o sucesso do time e eu não quero que isso venha fácil. Eu sinto que o Chelsea tem construído algo especial ao longo dos anos e eu quero ser parte disso. Eu quero levantar algumas taças", completou.

GOLEADORA

Sam foi a artilheira da forte liga norte-americana nas últimas três temporadas. Na liga australiana, também foi a artilheira nos últimos dois anos. Kerr é a maior goleadora da história de ambas as ligas: 69 gols nos Estados Unidos e 70 gols em solo australiano. Além disso, a camisa 20 é a jogadora que mais marcou gols em uma única temporada nas duas ligas, o maior número de gols em uma partida de NWSL (liga norte-americana) e o hat-trick mais rápido na W-League (liga australiana). 

O MOTIVO PELA ESCOLHA

"Foi honestamente as relações que eu tive com as pessoas ao redor do clube, falar com Emma (Hayes) foi a principal coisa. Eu sinto como se eu pudesse confiar nela e eu sinto que o clube pode fazer tudo que for possível para me fazer feliz e fazer a transição mais fácil possível”, contou. "É empolgante. Eu queria vir para o clube e Emma ganhou minha confiança muito rapidamente e isso é importante para mim", disse.

Assim como no masculino, a tradicional foto de apresentação com o Stamford Bridge logo atrás. (Foto: Chelsea FC)

Kerr é uma superstar, ou world class, como queira chamar. Tranquilamente uma das cinco melhores atacantes do mundo, e possivelmente está entre as três. Tê-la no Chelsea significa muito para o clube e para o futebol inglês feminino.

Recentemente, a Inglaterra perdeu suas duas laterais para o Lyon, da França: Bronze e Greenwood. A última, era a capitã do Manchester United antes de deixar o país e jogar no melhor clube do mundo. Conseguir trazer Samantha Kerr demonstra força e respeito.

NÚMEROS

Kerr estreou pela seleção australiana aos 15 anos e já marcou 38 gols, sendo 5 na última Copa do Mundo. Foi a MVP duas vezes na NWSL e três vezes a artilheira da liga norte-americana. 

OBJETIVOS

"Primeiro, quero ganhar a liga e classificar para a Champions League. Há coisas como a Copa da Inglaterra, mas para mim o mais importante é vencer a liga e se classificar para a Champions League", destacou a australiana.
O Chelsea é o atual líder da WSL com 13 pontos conquistados de 15 possíveis. Com 11 gols marcados em 5 jogos, possui o melhor ataque. Marca a cada 41 minutos e sofre gols a cada 150, com média de 2.2 gols marcados por jogo e 0.6 sofridos. 

Agora resta torcer para o sucesso da australiana em Londres e que, assim como ela, outras superstars encarem o Chelsea como um grande clube também no futebol feminino. O futuro parece ser bom no masculino com Frank Lampard e os frutos de nossa Youth Academy, nós já sabemos, mas o Chelsea Women com Emma, Ji, Kirby, England, e agora, Kerr, também nos dá esperança de colher alguns frutos importantes na modalidade.




Postar um comentário

0 Comentários