O dia que ingleses e soviéticos comemoraram o fim da Segunda Guerra

O Chelsea recebeu o Dínamo Moscou em 1945. 

Era Novembro de 1945, apenas dez semanas após o término da Segunda Grande Guerra Mundial. Milhares de pessoas entusiasmadas querendo adentrar ao Stamford Bridge de qualquer maneira. O motivo: a Football Association confirmara a participação do soviético Dínamo Moscou para uma série de amistosos na Inglaterra. Um deles, contra o Chelsea.

O principal objetivo da ida dos soviéticos à Inglaterra foi a fim de comemorar o término da guerra e a vitória sobre Adolf Hitler. A União Soviética era aliada dos ingleses e os amistosos serviram para promover a amizade entre as nações. Para muitos, foi um marco para o futebol europeu.

Dos amistosos, o mais emblemático foi contra o Chelsea, há 74 anos, em pleno Stamford Bridge. Quase 80 mil pagantes presenciaram aquele espetáculo, apesar de algumas estimativas dar conta de que o número de espectadores chegara a seis dígitos - a capacidade atual do estádio só comporta 41.800 pessoas por questões de segurança.

A partida aconteceu apenas dez semanas após o término da Segunda Guerra e marcou história.

Brian Mears, cujo avô (Henry Augusto Mears) fundou o Chelsea e que mais tarde se tornaria presidente do clube, estava lá. Aos 14 anos, foi sua primeira partida de futebol.

Mears deixou a escola direto para o Stamford Bridge e lembrou que o motivo principal era o desejo geral dos londrinos de testemunhar as pessoas cujo Exército Vermelho havia acabado de derrotar Hitler para vencer a guerra. "Eles nunca tinham visto os russos antes e estavam curiosos para ver aquelas pessoas que haviam chegado quase à extinção para empurrar os alemães de volta à Berlim", disse. 

LEIA MAIS:
Quem é Victor Osimhen, nigeriano disputado por Chelsea, Liverpool e Tottenham
O sorteio pôs o Bayern no caminho e escancarou uma necessidade
Hazard diz a torcedor que voltará ao Chelsea

"Os russos eram poderosos e nossos aliados, então eles eram heróis - antes que soubéssemos o que aconteceria depois, a Guerra Fria... Eles eram heróis e eram bons jogadores de futebol. Foi uma coisa enorme, foi fantástica", completou Mears, ao Daily Mail.

A PARTIDA

O confronto terminou em 3 a 3. O Chelsea abriu 2 a 0, sofreu a virada e buscou o empate. Tommy Lawton, a então grande estrela do Everton, foi contratado pelo Chelsea dias antes do confronto contra os soviéticos. "Me senti como uma estrela de cinema em uma estreia", disse sobre o seu começo com a camisa dos blues. 

"O Dínamo foi uma das equipes mais rápidas que eu vi na minha vida", ressaltou Lawton. Ele, ainda, relembrou que em certo momento da partida os torcedores apoiavam mais a equipe adversária do que o próprio Chelsea. 

Ouça o Podcast Of Stamford: Contratações para janeiro

A turnê do Dínamo na Grã-Bretanha ainda contou com uma vitória por 4 a 3 contra o Arsenal, goleada de 10 a 1 sobre o Cardiff e empate por 2 a 2 com o Rangers. 

Além dos resultados e do jogo em si, a iniciativa da Football Association e o convite aceito por parte dos soviéticos foi um marco na história. A paz e a amizade entre duas nações após o término da Segunda Guerra Mundial foi celebrada da melhor e mais prazerosa forma possível: com futebol. 


A GRANDE SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

A Segunda Guerra Mundial foi um conflito bélico que ocorreu na primeira metade do século XX e envolveu dezenas de países, opondo os Aliados às Potências do Eixo. A guerra teve início em 1 de setembro de 1939 com a invasão da Polônia pela Alemanha e as subsequentes declarações de guerra da França e da Grã-Bretanha, estendendo-se até 2 de setembro de 1945.

As principais nações que lutaram pelo Eixo foram: Itália, Japão e Alemanha. As que lutaram pelos Aliados foram especialmente: França, Grã-Bretanha, Estados Unidos  e União Soviética.

A guerra terminou  com a rendição das nações do Eixo, seguindo-se a criação da ONU (Organização das Nações Unidas), o início da Guerra Fria entre Estados Unidos e União Soviética e a aceleração do processo de descolonização da Ásia e da África.


Postar um comentário

0 Comentários