O sorteio pôs o Bayern no caminho e escancarou uma necessidade


Chelsea e Bayern reeditam a final de 2012, desta vez, nas oitavas. (Foto: sorteio)

Nesta segunda-feira (16), a UEFA realizou o sorteio para as oitavas da Champions League. Classificado em segundo lugar no seu grupo, já era sabido que o Chelsea não teria vida fácil. Nem o RB Leipzig, em tese o mais tranquilo dos oito adversários possíveis, seria cômodo. Aconteceu que no quinto confronto sorteado do dia as bolinhas colocaram outro alemão no caminho do Chelsea: o Bayern de Munique.

O confronto já tem uma história e um ar tenso entre as equipes, porque o mesmo Bayern foi derrotado em casa, nos pênaltis, para o Chelsea na final de 2012. Conhecemos bem aquele enredo. Saudade, Drogba. O ponto crucial e que causa mais apreensão é a situação atual de ambas as equipes.

Ouça o Podcast Of Stamford!

O Bayern não lidera, ainda, a Bundesliga, mas teve uma campanha perfeita na fase de grupos da Champions League: 18 pontos, 6 vitórias e 100% de aproveitamento. Tem em Lewandowski, artilheiro da competição europeia com 10 gols, o seu principal triunfo. E é justamente essa que deve ser a maior preocupação do Chelsea.

A página oficial do Bayern de Munique em inglês no Twitter brincou com a lembrança e postou um screenshot mostrando que silenciou as palavras "Drogba" e "2012". 


Como o sistema defensivo extremamente falho do Lampard conseguirá segurar, para alguns, o melhor jogador do mundo nesta temporada? O polonês causa medo em qualquer defesa, principalmente em uma que falha em todo santo jogo

LEIA MAIS:
Hazard diz a torcedor que voltará ao Chelsea

A janela de transferências está chegando e o Chelsea poderá contratar. Poderá não, deverá contratar. Se almeja algo nessas oitavas contra o poderoso Bayern de Lewandowski e Coutinho, precisará ao menos reforçar a defesa. Um zagueiro de nível e um lateral-esquerdo no mínimo. 

Todo torcedor do Chelsea, daquele mais saudosista, tem esperança na classificação por conta do que aconteceu há sete anos. Porém a história não ganha jogo, tampouco podemos colocar um uniforme no Lampard, buscar um capacete de proteção para o Cech e recontratar Didier Drogba. Nossa diretora, Marina Granovskaia, precisará ir às compras.


Postar um comentário

0 Comentários