Brilhante, Billy

Gilmour foi eleito o melhor em campo nas vitórias contra Liverpool e Everton.

Um pouco de Kovacic e outro tanto de Jorginho. Com dezoito anos e o semblante de uma criança, também marca forte e tem bom aproveitamento em desarmes. Visão de jogo, tranquilidade e domínio do meio campo, como se fosse um veterano campeão do mundo. Gilmour é sacanagem e é a grande novidade deste fim de temporada.

Em meio a inúmeras lesões e com meio time no departamento médico, Lampard precisou usar ainda mais a base - já tão elogiada por este que vos fala, e promoveu a titularidade de Billy Gilmour. Há alguns meses, o jovem subiu de forma permanente para o profissional do Chelsea. Mais que merecido, convenhamos. 

Gilmour com o prêmio de melhor em campo após a vitória contra o Liverpool, pela FA Cup. (Foto: Chelsea FC)

As primeiras partidas de Billy são inexplicáveis. Não é normal um jogador tão jovem chegar na Premier League e atuar com tanta maturidade e controle. Anjorin, por exemplo, estreou hoje e errou tudo o que tentou. Ao menos tentou e isso mostra muita personalidade. Inclusive, personalidade é algo que não falta para todos esses jovens que vêm recebendo chances com Frank Lampard. Coincidentemente ou não, também nunca foi algo que faltou no lendário camisa 8.

Jorginho, especulado na Juventus na próxima temporada, não fará falta caso opte por sair. Está surgindo um jogador brilhante em Stamford Bridge. 




Postar um comentário

0 Comentários