O valor de Sancho

(Catherine Ivill/Getty Images)

Jovem, habilidoso e, sem sombra de dúvidas, uma das maiores promessas inglesas dos últimos tempos. Essas são as credenciais de Jadon Sancho, 20, estrela do Borussia Dortmund e sonho de consumo de 11 a cada 10 torcedores do Chelsea. Trazê-lo para Stamford Bridge, entretanto, não será tarefa fácil, já que os Red Devils também prometem investir pesado para levá-lo para Manchester, além do interesse de inúmeros outros clubes da Europa, como Real Madrid e Barcelona. Nesse momento, é importante não perdermos o foco de algo primordial: os valores que uma negociação desse porte envolvem podem acabar inviabilizando a vinda de atletas para outras posições.

Sem ter contratado ninguém nas duas últimas janelas, espera-se que o Chelsea invista pesado na qualificação do seu elenco, até como uma forma de apoiar o bom trabalho desempenhado até aqui por Frank Lampard. Um goleiro para fazer sombra a Kepa, um zagueiro, um lateral esquerdo e um centroavante estão na lista de prioridades. A contratação de Hakim Ziyech já preenche uma das lacunas deixadas pelas saídas de Pedro e Willian ao final dessa temporada e o desejo de 100% dos fãs é que a outra seja ocupada por Sancho.

LEIA MAIS:
O que acontecu com o 'Novo Stamford Bridge'?
Willian admite falta de acordo por renovação

O problema é que já se sabe que o Borussia não liberará sua estrela por menos de £100M, mas é possível esperar que o valor final fique na casa de £120M. Acrescente-se a isso os adicionais e bônus por performance, comissões de agentes e outras taxas e podemos ter um valor final próximo de £200Mi. A título de curiosidade, estima-se que Frank Lampard e a diretoria poderão gastar algo em torno de £200 milhões. Pergunta sincera: faz sentido, numa equipe com tantas carências, gastar metade do seu orçamento de transferências em apenas um alvo?

Pelo que já se pode observar, Sancho valerá cada centavo que qualquer equipe no mundo venha a gastar em sua contratação. O Chelsea tem algumas cartas na manga para tentar convencer o jovem a escolhê-lo. A primeira é o fato de Jadon já ter declarado ser torcedor do clube de Stamford Bridge quando criança. A chance de jogar no time do coração e, ainda por cima, ser treinado por um de seus ídolos é algo que deverá ser levado em consideração no momento de decidir. A segunda é o projeto esportivo, que é muito mais atrativo em Londres do que em Manchester. Nos últimos anos, as trocas de treinadores têm sido frequentes nas duas equipes, mas o Chelsea tem se mantido muito mais competitivo e ganhado mais títulos que o rival.


PRIORIDADES


Se esses fatores serão levados em consideração pelo jogador e por seu staff e, mais ainda, se serão suficientes para compensar uma oferta salarial mais vantajosa (de acordo com boatos) do United, só saberemos nos próximos meses. A opinião deste blog é de que, caso as cifras do pacote completo pelo atleta ultrapassem os £120 milhões, talvez o mais acertado seja buscar uma alternativa mais barata e que não inviabilize a reestruturação tão necessária do elenco. É hora dos scouts do clube entrarem em ação para encontrar uma solução mais viável e que possa, já num primeiro momento, mas também no longo prazo, dar um retorno parecido com o potencial do inglês.



Postar um comentário

0 Comentários