Declínio físico ou DM incompetente: o que acontece com o Kanté?

Getty

N'Golo Kante esteve fora dos últimos cinco jogos do Chelsea na temporada. O volante francês sempre foi privilegiado fisicamente e desde a temporada passada vem sofrendo lesões musculares, apesar da entrega em campo, nosso mini-tanque já não é mais o mesmo e tem somente 29 anos, o auge físico - ao menos na teoria.

Claro que o inesperado é a definição dessa temporada. Tivemos uma pandemia, pausa de meses, uma volta letárgica e lesões e mais lesões, não só de Kante, mas de todo plantel. O que assusta é que esse problema não é de agora, a temporada toda foi assim e precisa ser reavaliado pelo Chelsea. Além dos diversos problemas físicos dos jogadores, ainda tivemos recuperações lentas dos jogadores, agravamento de lesões e etc, mas de quem é a culpa? Será que é só coincidência? Será que nossos jogadores são tão propensos a lesões assim? Não acredito nessas coincidências e nem em declínio físico do nosso Kante. 


Vamos recordar logo no primeiro jogo "valendo" da temporada contra o Liverpool na Super Cup? O francês foi para o jogo no sacrifício e ainda entorpecido por conta de infiltrações e foi assim que nossa temporada começou. Errada. No decorrer da temporada, ainda tivemos jogadores que vinham se recuperando de lesões e as tiveram agravadas, como Reece James, Hudson-Odoi, Abraham, Kovacic e Tomori, esse ainda não jogou desde que o futebol voltou após a paralisação por conta do Covid-19. Todos esses estão em declínio físico?


Segundo o site Transfermarkt, N'Golo ficou 31 dias e sete jogos fora de ação, mas apenas uma lesão muscular em 2017/18. Já na temporada 2018/19, Kante desfalcou o Chelsea por dois jogos e 31 dias (mais uma vez) e duas lesões, uma por problemas no joelho e uma muscular. Mas nessa temporada veio o recorde: 17 jogos e 89 dias, até o jogo desta quarta-feira (22), sendo três lesões musculares e uma por torção no tornozelo. Sem contar nas outras lesões não reportadas. O aumento é assustador. 

Ninguém aqui é médico e nem está no dia a dia do clube, mas o aumento de lesões nos leva a crer que há muitos problemas a serem resolvidos ao fim da temporada. E merecem atenção especial. Não é só coincidência e muito menos declínio físico. Ao meu ver, é incompetência. E isso pode nos custar um craque.




Postar um comentário

1 Comentários