As expectativas em torno do Chelsea para a temporada que se aproxima

Getty

Com as contratações de Hakim Ziyech, Timo Werner, Ben Chilwell, Thiago Silva, Malang Sarr e Kai Havertz, até agora, o Chelsea vai sendo o clube com o mercado de transferências mais movimentado entre os clubes da Europa, não só em termos quantitativos, como também qualitativos. São aproximadamente £233 milhões gastas  em contratações que com certeza elevam a qualidade do plantel gerido por Frank Lampard.

Com todo esse investimento feito pelo clube, muitas expectativas são criadas em torno dos objetivos pretendidos para esta temporada, uma vez que torna-se evidente a vontade imediata da direção em mudar significativamente o panorama competitivo do Chelsea, e passar a lutar de igual para igual pelo título da Premier League, a princípio, com os adversários que vem dominando nas últimas temporadas, Man City e Liverpool, respectivamente.


Mas a pergunta que surge neste momento é a seguinte: com as contratações efetuadas na janela de transferências, Frank Lampard tem a obrigação de conduzir os Blues à conquista da Premier League nesta temporada ?

A resposta dessa pergunta surge exatamente por parte daquele que tem o papel de nos conduzir à glória. Trata-se obviamente de Frank Lampard, que na última coletiva de imprensa, deu uma aliviada  na pressão colocada sobre ele, sem necessariamente fugir dela, dizendo:

"É bastante comum eu ter de lidar com  a pressão para que eu possa fazer melhor, no ano passado ficamos satisfeitos em garantir uma vaga à Liga dos Campeões, mas eu não vim apenas para ficar em quarto lugar, não vim apenas para promover jogadores da base, eu vim para ganhar”, disse o técnico dos Blues.

Em relação à conquista do título de forma imediata, o treinador mostra pé no chão:

"O que os outros pensam não me diz muita coisa. Nos anos anteriores, acabamos com uma enorme margem de diferença em termos de pontuação, comparado aos rivais que estiveram acima. Entretanto, será essencial reduzir essa diferença com confiança. Não sou de fazer previsões, mas fico surpreso quando vejo vocês dizerem que no ano passado trabalhei isento de pressão. Eu até gosto de pressão. No ano passado não tínhamos a estrutura desejada, mas este ano o panorama é diferente e estamos prontos para dar sequência ao processo".


Frank Lampard representa bem o modelo do técnico do futuro, bastante comunicativo, sem medo de arriscar, tendo a flexibilidade como parte integrante do seu processo seletivo, e acima de tudo, munido de uma equipe de trabalho bastante competente e entrosada. Nota-se claramente o mesmo objetivo entre todos os setores do clube.

Obviamente Frank Lampard tem muitos aspectos por melhorar, mas o futuro sorri para os Blues e esse que vos escreve acredita firmemente que voltaremos aos dias de conquista que somos habituados. Com a fome, garra e determinação que representam bem os valores e costumes do clube.


Postar um comentário

1 Comentários