Lampard sabe a pressão que enfrentará

Getty Images

Por Tim Langendorf
Frank Lampard deu longa entrevista na manhã da última segunda-feira (7) e admitiu que as expectativas são grandes no Chelsea depois de grandes contratações. A direção apoiou fortemente a reformulação do ex-meio campista no oeste de Londres, e ele não nega que Roman Abramovich espera melhorias.

“Estou bem ciente que um clube como o Chelsea, mesmo com a impossibilidade de contratar, mesmo num ano difícil, terá enormes expectativas de agora em diante”, disse Lampard ao The High Performance Podcast.

“E eu só tenho que aceitar isso como parte da minha função, encarar meu trabalho o melhor que puder. Tentar gerenciar minhas relações com a diretoria e a equipe ao meu redor da melhor forma possível, pois eles são muito importantes. Os momentos complicados virão, e contarei com cada um deles, seja o roupeiro ou membros do staff. Vi como as peças do dominó podem cair rapidamente. E acredito que se me isolar como treinador, ou não me abrir aos que trabalham comigo nesse caminho, elas cairão ainda mais rápido”.

> Todos os episódios do Podcast Of Stamford

O Chelsea fez campanha que superou expectativas em 19/20, no entanto o time conviveu com muitos períodos de instabilidade que o treinador reconhece que precisam ser trabalhados.

“Acredito que alcançamos muito na última temporada, porque ninguém esperava isso de nós. Mas perdemos a final da copa, e então perdemos para o Bayern. Ficou um gosto amargo para mim, tenho um sentimento ruim sobre esses jogos. Entendo que esses problemas aparecerão de novo. É fato que eu, e nós como equipe, temos que dobrar os esforços. Temos que trabalhar mais duro. Precisamos avaliar porque concedemos 50 gols, não posso apenas dizer ‘sim, foi por causa dele’ ou ‘ele deveria ter feito melhor’”.

Os Blues iniciam a campanha na Premier League contra o Brighton, no Amex Stadium, segunda-feira (14), e Lampard estará bem ocupado assimilando suas novas peças no esquema do clube de Stamford Bridge. O lendário camisa 8 admite que será um período desafiador, que testará suas habilidades como treinador, agora que a lua-de-mel com o Chelsea acabou.
“Tenho que sempre que me perguntar ‘O quê eu poderia ter feito melhor?’. Mesmo que estivesse no Liverpool, que foi absolutamente incrível. Tenho certeza que Jürgen Klopp não está com os pés para o ar nas últimas semanas, pensando ‘OK, que jogadores ótimos nós temos, vamos só destruir tudo de novo ano que vem’. O pensamento tem que ser ‘como posso seguir em frente, continuar melhorando e me preparar para os períodos conturbados?’”

Numa ampla conversa, Lampard abordou muitos assuntos, desde a criação rígida que teve de seu pai Frank Lampard Sr. até sua vida pessoal, com a esposa Christine, apresentadora de TV. Segundo ele, a Premier League consome praticamente cada hora de seu dia, e Christine tem papel crucial em seu trabalho, com quem ele sempre busca conselhos sobre assuntos de natureza humana e relacionamento pessoal com seus jogadores.

“Eu obviamente a amo muito, mas realmente respeito demais como ela encara sua carreira e trabalho, sua diligência. Amo o fato de ter alguém comigo que entende tanto de ambientes de trabalho. Adoro discutir ideias, pois é uma visão diferente, uma opinião nova”, justificou.

Postar um comentário

0 Comentários