As piores contratações da história recente do Chelsea

Getty Images
 

Todo fim de temporada o ranking de melhores e piores contratações dos times são atualizados. Com o baixo desempenho de alguns jogadores de uns anos para cá e o alto investimento nos mesmos, o Chelsea tem uma lista extensa de flops. Flops são aqueles jogadores contratados por altas cifras e que não desempenham o que se espera deles. Sem mais delongas, vamos ao Top 10 de piores contratações do Chelsea. 

10 - Mateja Kezman

Esse aqui só vai lembrar quem acompanha o Chelsea há bastante tempo. O sérvio foi contratado em 2004/05 junto ao PSV por £5m para ser a solução do ataque do Chelsea. Inclusive iniciou a temporada titular, a frente da nossa lenda Didier Drogba. Kezman foi tão pífio que em 41 jogos possui mais amarelos (8) que gols (7).

9 - Shaun Wright-Phillips

O inglês é filho adotivo de Ian Wright, lendário jogador do Arsenal, só por isso já possuía holofotes demais em cima dele. Wright-Phillips era sensação nas divisões de base do Nottingham Forest e em 98 (aos 16 anos) se transferiu ao Manchester City. Já em 2005, o Chelsea pagou £21m pelo ponta habilidoso e muito rápido. O problema é que ele nunca foi o que dele se esperava, ainda teve diversas contusões e pouco produziu em campo. Fez 128 jogos em 3 anos de Chelsea, apenas 10 gols e 18 assistências. Em 2008 foi vendido ao City de novo e por míseros £8m. 

8 - Danny Drinkwater

Esse ainda está "fresco" na memória do torcedor dos blues. Drinkwater foi a contratação mais aleatória que eu já presenciei no Chelsea. O inglês chegou ao Chelsea por algo em torno de £35m na temporada 2017/18. Teve participação importante no título inédito do Leicester e nunca justificou o investimento. Indicado por Antonio Conte. Drinkwater tem apenas 23 jogos e 1 gol. Além disso, rodou mais dois clubes emprestado: Burnley e Aston Villa. Em ambos ele arranjou confusão fora de campo, foi dor de cabeça constante e somou apenas 6 jogos.

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE

7 - Tiemoué Bakayoko

O francês foi uma das maiores contratações do Chelsea (£40m) e um dos maiores flops. Fez uma boa temporada pelo Mônaco em 2016/17 e chegou aos blues com moral, porém jogou apenas 43 partidas, marcou 3 gols e deu 3 assistências. Vale ressaltar que eu tive o desprazer de presenciar uma das piores atuações individuais de um jogador pelo Chelsea. Foram 28 minutos jogados contra o Watford, erros de todos os tipos e ainda conseguiu receber 2 amarelos e consequentemente ser expulso. 

6 - Adrian Mutu

Mais um que quem acompanha o Chelsea há muito tempo vai lembrar. O romeno foi contratado junto ao Parma em 2003/04 pela bagatela de £16m. Uma das primeiras grandes transferências da era Abramovich. Mutu chegou como craque e até iniciou bem sua trajetória marcando 10 gols e anotando 9 assistências em 38 jogos, mas a verdade é que foi uma grande dor de cabeça para os blues. 

Divulgação

Mutu foi suspenso por uso de drogas (cocaína) em 2004 e foi demitido por justa causa. Um grande escândalo, que veio acompanhado de um processo por parte do Chelsea em 2008 por direitos de imagem.

5 - Michy Batshuayi

O melhor jogador ruim do universo. Chegou ao Chelsea na temporada 2016/17 e vinha como um daqueles 'wonderkid', que possuem um potencial alto e preparados para estourar. Michy chegou do Marselha por £35m e ser reserva imediato de Diego Costa. De início até enganou, mas com o tempo se tornou um estorvo

Batshuayi marcou 25 gols e anotou 6 assistências em 77 jogos, além de ter sido emprestado para Borussia Dortmund, Valência e Crystal Palace. São cinco anos no Chelsea e até hoje não fez por merecer o investimento feito pelos blues.

4 - Juan Sebastian Verón

Talvez essa seja uma das minhas maiores frustrações quando se fala em transferências fracassadas no Chelsea. Eu era muito fã do la brujita

> Todos os episódios do Podcast Of Stamford

Verón chegou ao Chelsea em 2003/04 vindo do Manchester United por £18m e as lesões, problemas extra campo e a pobre performance o atrapalharam demais. O argentino fez somente 14 jogos, marcou 1 gol e deu 2 assistências. Em seguida foi emprestado para a Inter de Milão. 

3 - Shevchenko

Outra frustração minha em relação a contratação do Chelsea. Shevchenko foi a maior contratação da história do Chelsea em 2006 junto ao Milan por £40m, e permaneceu assim por algum tempo. 

Quando foi contratado, Sheva tinha quase 30 anos e não se adaptou ao futebol inglês, além de ter se lesionado com alguma frequência. Pelo Chelsea foram 22 gols e 11 assistências em 77 jogos. Infelizmente não vingou e pelo dinheiro que foi investido, é um grande flop.

2 - Morata

Morata é um caso curioso. Muita gente apostava que ele vinha pra ser o artilheiro do time e até iniciou bem, mas logo caiu em desgraça. Até 2018, era a transferência mais cara do Chelsea, os blues pagaram cerca de £60m pelo espanhol e ele chegava com pompas. 

Morata era a esperança de gols e de arrumar o ataque. Mas a realidade nos assolou com força. Morata não passou de um bebê mimado, cai cai e pra completar, não conseguiu se adaptar à Inglaterra. O psicológico o destruiu antes mesmo de completar 2 anos de clube. Morata fez 72 jogos, marcou 24 gols, deu 6 assistências e perdeu uns 300 gols livre. 

Aquela partida contra o Arsenal me dá pesadelos até hoje. 

1 - Kepa Arrizabalaga

Finalmente, o nosso "vencedor". Kepa é o pior goleiro que eu já vi vestir a camisa do Chelsea. E para piorar a sua situação, é o goleiro mais caro do futebol e o jogador mais caro da história do Chelsea. Claro que tem todo um contexto para a sua transferência, mas números são números e o Chelsea comprou gato por lebre. 

Getty Images

Kepa foi o pior goleiro de todas as seis principais ligas nacionais europeias nessa temporada de 2019/20. Se todo esse resumo, não o credencia para ser a pior contratação da história do Chelsea, não sei mais o que precisa ser feito por algum jogador. 

Dá pra dizer que janela de 2017/18 é, também, a pior da história dos blues: Zappacosta, Emerson Palmieri, Bakayoko, Drinkwater, Morata, Barkley e pode ser que entre mais um nessa lista, né... Rudiger?

Esperamos que o Chelsea pare por aí com esses flops, mas é inevitável, infelizmente. Nem sempre o clube acerta em cheio nas contratações, por isso é necessário mais estudo e critério na hora de contratar para minimizar esses erros. Só que esse é assunto para outro texto.



 

Postar um comentário

0 Comentários