A redenção de Fran Kirby

Após meses fora dos gramados, Fran Kirby retorna como favorita à artilharia da liga inglesa

Por Alícia Soares

Os números impressionam, o futebol encanta e a confiança cresce. O Chelsea é o melhor time feminino inglês da temporada e muito desse rendimento passa pelos pés de Francesca Kirby. A jogadora chegou a ficar nove meses fora dos gramados devido a uma doença cardiovascular, mas não desistiu e trabalhou incessantemente para o seu grande retorno. 


Fran Kirby retorna após nove meses fora dos gramados e é a artilheira do clube na temporada. Marc Atkins / Getty Images

A doença e a volta por cima

Em um belo dia, Fran Kirby estava jantando com Bethany England e Maren Mjelde em sua casa e sentiu-se mal de repente. Segundo England, “a cor simplesmente sumiu de seu rosto” e sua pressão arterial subiu de tal forma que causou dois desmaios seguidos na jogadora. O diagnóstico foi confirmado dias depois: pericardite, uma doença cardiovascular que poderia deixá-la fora dos gramados para sempre. 


Ela guardou segredo durante três meses, tentando lidar com a doença e a sua possível aposentadoria, enquanto alguns sentiam a sua ausência e outros comemoravam a sua substituição por outras jogadoras - como a chegada da australiana Samantha Kerr. Fran sumiu por um tempo das redes sociais para pensar e colocar a cabeça (e o coração) no lugar caso realmente quisesse voltar a jogar. 


> Em 8': Você consegue nomear alguns dos artilheiros da história do Chelsea?


Após refletir bastante, transformou toda a dificuldade e incerteza em gratidão e trabalho duro. Começou sua recuperação com atividades mais leves até chegar nas mais intensas, focando em seus pontos fracos para voltar melhor do que estava antes de sua parada. Seu retorno oficial foi em agosto de 2020 na conquista da Community Shield contra o Manchester City.  

Carreira de Fran Kirby

Fran Kirby iniciou sua carreira aos sete anos no clube de sua cidade natal, o Reading, e já mostrava tudo que era capaz. Na modalidade profissional, foram 68 gols em apenas 42 partidas. Por outro lado, chegou a desistir da carreira aos 17 anos, devido a um quadro de depressão aguda causada pela morte de sua mãe. 


Em julho de 2015, transferiu-se para o Chelsea e fez parte do crescimento do futebol feminino no clube desde o primeiro título, a FA Cup de 2015. Ela conquistou a liga nacional quatro vezes, duas FA Cup e uma Community Shield pelas Blues. É a jogadora que mais marcou gols pelo clube, com 82 gols.  


Pela seleção inglesa, participou de quatro jogos pela equipe sub-23 e de 45 partidas pela equipe profissional, tendo marcado 14 gols. Participou das Copas do Mundo da Fifa de 2015 e de 2019, da Eurocopa de 2017 e almeja participar das Olimpíadas de Tóquio deste ano.  

2020/21 sensacional

A temporada 2020/21 é a temporada da vida de Fran Kirby. O seu retorno depois de tudo que passou desde novembro de 2019 significa um recomeço para a jogadora de apenas 27 anos. Com a mesma qualidade de sempre e buscando a melhoria contínua, Super Fran quer passar na frente desses nove meses parada e participar ao máximo do restante da temporada das Blues.  


Desde a sua volta, a jogadora tem 17 gols em 22 partidas. Pela FA Women’s Super League, são 11 gols, seis assistências e 68% de precisão de passe. Na final da FA Continental Tyres League Cup que aconteceu no último final de semana, foram dois gols e quatro assistências, mostrando que é a jogadora mais importante do Chelsea na temporada e candidata à artilharia da liga nacional. 


Kirby tem o apelido de “Mini Messi” na seleção inglesa e suas habilidades individuais mostram isso através de grandes percentuais. É uma jogadora que possui facilidade no passe, na condução de bola e nos dribles. Comparada às outras jogadoras da liga, é a mais efetiva em gols e assistências por 90 minutos. 


Habilidades individuais de Fran Kirby. Fonte: FBref.com


Graças às suas participações em gols, o Chelsea lidera a FA Women’s Super League com 41 pontos, dois a mais que o Manchester City, e está nas quartas de final da UEFA Women's Champions League. As Blues enfrentarão o vice-campeão Wolfsburg pela competição europeia.   


Kirby renovou com o Chelsea até junho de 2023 e a jogadora faz parte de todo esse projeto de desenvolvimento e de sucesso da modalidade feminina dos Blues. 


Postar um comentário

0 Comentários